CEBUS

C E B U S

 

 

Cebus – Centro de Biodiversidade da Usipa
O Centro de Biodiversidade da Usipa (Cebus) é uma instituição zoológica que se dedica, há 60 anos à reprodução e perpetuação das espécies silvestres, principalmente das regionais, ao lazer consciente e Educação Ambiental. Suas principais ações são: a criação em cativeiro e semicativeiro da fauna regional; triagem da fauna (recepção, tratamento, encaminhamento) e pesquisa de animais silvestres em colaboração com instituições afins tais como: Ibama, IEF, Policia de Meio Ambiente de Minas Gerais, Arpava e Unileste.
A instituição é pioneira na divulgação da Educação Ambiental na região e em Minas Gerais, com a execução constante do Projeto Xerimbabo, há 35 anos, e as Visitas Monitoradas do PROGEA. Sua estratégica localização próxima ao Parque Estadual do Rio Doce justifica a sua importante função científica na região. Em 2018 o Programa de Reabilitação da Fauna sem Lar do CEBUS foi contemplado com o IX Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade & Amor à Natureza na categoria Melhor Exemplo em Biodiversidade (Fauna) em Minas Gerais.
Também recebeu Certificação Honrosa como finalista do Prêmio Natureza Gerais 2018, por indicação do Conselho Estadual de Política Ambiental – COPAM – FEAM – SEMAD- MG pelo mesmo Programa de Reabilitação, na categoria “Sociedade Civil”.

Programa de Reabilitação Fauna Sem Lar

A A.E.R USIPA, através do seu zoo: CEBUS – Centro de Biodiversidade, mantido em parceria com a Usiminas, desenvolve há vários anos o Programa de Reabilitação da Fauna sem Lar. Em 2017 a USIPA firmou Termo de Cooperação com o IEF (nº 2101040501116/16) que respalda as atividades do Programa regulamentando suas ações e permitindo a busca por parceiros e patrocinadores, como a ARPAVA – Assoc. Reg. de Proteção Ambiental do Vale do Aço.
Este programa prevê o acolhimento, tratamento e reabilitação de animais silvestres em condições de risco e sempre que possível, a sua soltura para a natureza. Esses animais são apreendidos ou recolhidos pela Polícia de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros e IEF. O CEBUS, pela sua posição geográfica, constitui-se estrategicamente como um único ponto de apoio e interligação da região leste de MG até o CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres) do IEF em Belo Horizonte, funcionando como uma instituição de pronto atendimento, fundamental para os animais vitimados por acidentes, caça ou tráfico. Mesmo não sendo um Centro de Triagem, o zoo tem prestado auxílio aos órgãos, especialmente nos casos em que os animais necessitam de cuidados emergenciais, visando a sua saúde.
Anteriormente, e informalmente, o CEBUS recebia cerca de 100 animais/ano. Destes, devido às precárias condições de saúde, muitos morriam, mesmo após grande esforço para recuperá- los. Apenas uma pequena parcela conseguia voltar à natureza e outra parte permanecia no zoológico por não apresentar condições de sobrevivência em liberdade.

ATIVIDADES ROTINEIRAS

• Trabalho de cooperação com o IEF e com a Polícia Ambiental de Minas Gerais com a recepção, triagem, abrigo e encaminhamento de animais silvestres, por meio do Programa de Reabilitação da Fauna sem Lar, além de colaborar com Universidades e entidades afins. O trabalho do Cebus tem o reconhecimento do Ibama, de Universidades brasileiras e de outros órgãos governamentais;
• Manter em funcionamento um zoológico para reprodução e perpetuação das espécies, promovendo a educação ambiental e conscientizando a comunidade para diminuir o tráfico de animais na região;
• Divulgação da educação ambiental em todos os níveis e faixas etárias das comunidades. Uma ação ambiental de massa, com a promoção de atividades como a recepção e o acompanhamento de visitantes semanais de empresas, escolas e universidades.